Documentos da Igreja

Da Igreja

Cartas Apostólicas

Catequeses

Encíclicas

    Carta Encíclica "Caritas in Veritate"

    A caridade na verdade, que Jesus Cristo testemunhou com a sua vida terrena e sobretudo com a sua morte e ressurreição, é a força propulsora principal para o verdadeiro desenvolvimento de cada pessoa e da humanidade inteira.


    Carta Encíclica "Deus Caritas Est"

    «Deus é amor, e quem permanece no amor permanece em Deus e Deus nele». Estas palavras da I Carta de João exprimem, com singular clareza, o centro da fé cristã: a imagem cristã de Deus e também a consequente imagem do homem e do seu caminho. 


    Carta Enciclica "Laudato Si"

    «Laudato si’, mi’ Signore – Louvado sejas, meu Senhor», cantava São Francisco de Assis. Neste gracioso cântico, recordava-nos que a nossa casa comum se pode comparar ora a uma irmã, com quem partilhamos a existência, ora a uma boa mãe, que nos acolhe nos seus braços: « Louvado sejas, meu Senhor, pela nossa irmã, a mãe terra, que nos sustenta e governa e produz variados frutos com flores coloridas e verduras »


    Carta Encíclica "Lumen Fidei"

    A luz da fé é a expressão com que a tradição da Igreja designou o grande dom trazido por Jesus. Eis como Ele Se nos apre­senta, no Evangelho de João: «Eu vim ao mundo como luz, para que todo o que crê em Mim não fique nas trevas»


    Carta Encíclica "Spe Salvi"

    «SPE SALVI facti sumus» – é na esperança que fomos salvos: diz São Paulo aos Romanos e a nós também.


Exortações Apostólicas

    Exortação Apostólica "Evangelii Gaudium"

    A Alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus. Quantos se deixam salvar por Ele são libertados do pecado, da tristeza, do vazio interior, do isolamento. Com Jesus Cristo, renasce sem cessar a alegria.


    Exortações Apostólicas "Amoris Laetitia"

    A alegria do amor que se vive nas famílias é também o júbilo da Igreja. Apesar dos numerosos sinais de crise no matrimónio – como foi observado pelos Padres sinodais – «o desejo de família permanece vivo, especialmente entre os jovens, e isto incentiva a Igreja»


 
SUPRA-REGIÃO PORTUGAL